Casa / Governança de TI / Curar seu Service Desk com Experiência de Cliente

Curar seu Service Desk com Experiência de Cliente

Já registrou um bilhete? Se não, você pode ter dificuldade em conseguir ajuda do Service Desk. Mas John Rakowski afirma no blog da Forrester que colocar tanto ênfase em métricas não indica na realidade se a carteira de serviços está fazendo um bom trabalho.

TI precisa apoiar os usuários e orientá-los na medida em que faz o melhor com a tecnologia disponível.  Isto torna-se um desafio crescente à medida que a iniciativa de trazer seu dispositivo próprio surge.  A solução de Rakowski é ficar centrado nas pessoas, e ele adapta o Índice de Experiência com o Cliente da Forrester (CXi) para uso da Service Desk.  O quadro faz perguntas básicas, informativas, tipo “A interação atingiu o que você precisava?”, “A interação foi fácil?”, e “A interação foi agradável?”  As respostas a essas perguntas permitirão que TI possa entender a percepção do cliente, o elemento fundamental mais importante da gestão de uma carteira de ajuda.

Leia a postagem completa de Rakowski no blog (em inglês) aqui: http://blogs.forrester.com/john_rakowski/13-05-20-cure_your_service_desk_with_customer_experience

Sobre John Friscia

John Friscia was the Editor of Computer Aid's Accelerating IT Success from 2015 through 2018. He began working for Computer Aid, Inc. in 2013 and grew in every possible way in his time there. John graduated summa cum laude from Shippensburg University with a B.A. in English.

veja também

Matando aos Poucos a Carteira de Ajuda

Você poderia pensar que uma política de traga seu próprio serviço’ (BYOD), poderia causar a carteira de ajuda a trabalhar extra para resolver novos problemas, mas de acordo com Jarod Greene da Gartner, em uma entrevista com Tom K

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *